Dor na Coluna Torácica - Conheça as Causas e Saiba quando Procurar Atendimento Médico

Dor na Coluna Torácica – Conheça as Causas e Saiba quando Procurar Atendimento Médico

Dor na Coluna Torácica. A coluna torácica é a região mais longa da coluna e também é a mais complexa. Conectando-se à coluna cervical acima e à coluna lombar abaixo, a coluna torácica corre da base do pescoço até o abdômen. É a única região da coluna vertebral ligada à caixa torácica.

Na maioria dos casos, a dor na coluna torácica não é algo para se preocupar. A maioria das pessoas melhora sem tratamento em algumas semanas.

No entanto, este sintoma pode ocorrer devido a uma causa mais séria do que a dor em outras áreas da coluna vertebral. Veja neste artigo os fatores que precisam ser observados, pois indicam que há um problema mais grave.

Como Ocorre a Dor na Coluna Torácica

A dor na parte superior das costas normalmente ocorre devido a um dos seguintes fatores:

  • Problemas musculares. A dor na parte superior das costas é mais comumente causada por irritação ou tensão muscular, também chamada de dor miofascial. A causa pode ser má postura (como a cabeça mais para a frente) ou qualquer tipo de irritação dos grandes músculos das costas e dos ombros, incluindo tensão muscular ou espasmos.
  • Disfunção articular. As articulações da coluna vertebral torácica podem se tornar dolorosas de várias maneiras. Por exemplo, rompimentos e degeneração da cartilagem podem se desenvolver nas articulações facetárias, onde as vértebras torácicas adjacentes se articulam. Também é possível que uma costela fique desalinhada ou deslocada das vértebras. Em muitos casos, a degeneração articular (osteoartrite) e a doença degenerativa do disco podem ocorrer ao mesmo tempo.

Causas

Acabe Com suas Dores nas Costas!
Agende uma Consulta agora com Cirurgião da Coluna.

Situações que podem causar dor na parte superior das costas:

  • Uma entorse ou tensão repentina (como em acidentes de carro ou lesões esportivas);
  • Sentar-se por muito tempo;
  • Usar mochila extremamente pesada;
  • Falta de força muscular (devido ao sedentarismo);
  • Repetir persistentemente um movimento que envolva a parte torácica da coluna vertebral (como no esporte ou no trabalho): também chamada lesão por uso excessivo.

As causas menos comuns incluem:

Não se deve presumir que toda a dor na coluna torácica é proveniente da própria coluna. Outras causas de dor nessa área podem incluir problemas que afetam o pulmão, a parte superior do intestino (esôfago), o estômago, a vesícula biliar e o pâncreas.

Quando Procurar Ajuda Médica

A dor na coluna torácica é comum, de curta duração e de pouca importância. No entanto, também é mais provável que a dor no pescoço ou a dor lombar tenham uma causa séria.

Se você tiver dores na coluna torácica, estes são os sinais de alerta que devem ser observados:

  • Lesões graves recentes, como acidente de carro ou queda de altura;
  • Lesões leves ou até mesmo trabalhos pesados ​​em pessoas com osteoporose;
  • Dor que não melhora após 2-4 semanas de tratamento;
  • Uma história de câncer, uso indevido de drogas, infecção pelo HIV, uma condição que suprime seu sistema imunológico e uso de esteroides por um longo período (cerca de seis meses ou mais);
  • Dor que não foi causada por uma entorse ou distensão (não mecânica);
  • Idade abaixo de 20 ou mais de 50 anos quando a dor começa;
  • Ocorrência de febre, calafrios e perda de peso inexplicada;
  • Uma infecção bacteriana recente;
  • Dor que persiste o tempo todo, intensa e piorando;
  • Formigamento, dormência ou fraqueza nas pernas que são graves ou pioram com o tempo;
  • Dor acompanhada de rigidez severa pela manhã;
  • Alterações na forma da coluna vertebral, incluindo a aparência de caroços ou inchaços;
  • Perda de controle do intestino e/ou bexiga (pode indicar pressão na medula espinhal).

Diagnóstico

Os exames realizados para diagnóstico dependerão das condições que o médico deseja descartar. É provável que incluam exames de sangue, como hemograma e marcadores inflamatórios, e talvez uma ressonância magnética. Um raio X comum não fornece muita informação, a menos que você tenha uma aparência incomum da coluna ou suspeite de uma fratura.

Tratamento

Você pode não precisar de nenhum tratamento, dependendo da causa para a sua dor. Se a dor provém de uma articulação da coluna vertebral (uma articulação facetária), por exemplo, pode ser resolvida com uma injeção realizada sob visão radiológica (injeção intra-articular guiada por imagem).

Os medicamentos podem ser recomendados para ajudar a gerenciar o desconforto, como:

  • Analgésicos de venda livre;
  • Relaxantes musculares para reduzir espasmos.

A fisioterapia também pode ser recomendada para dores que limitam a função diária ou para dores recorrentes. Um terapeuta pode fornecer exercícios de alongamento e fortalecimento para ajudar a recuperar o equilíbrio muscular e postural. Instruções também podem ser fornecidas sobre fatores irritantes, como postura sentada ou técnicas de elevação. A terapia também pode incluir tratamentos de calor, frio, massagem ou ultrassom para alívio mais imediato da dor.

O prognóstico depende da causa subjacente, da sua idade e do seu condicionamento físico geral.

Referência: National Spine e Pain Centers

Acabe Com suas Dores nas Costas!
Agende uma Consulta agora com Cirurgião da Coluna.