Quais São as Injeções para a Coluna?

Quais São as Injeções para a Coluna?

As injeções para a coluna, também conhecidas como bloqueios espinhais, são a administração de um medicamento diretamente em uma área específica da coluna. Eles podem ser usados ​​para tratar uma variedade de condições que afetam a coluna.

Os tratamentos de injeção podem ajudar a diagnosticar e aliviar a dor no pescoço ou nas costas que pode irradiar para os braços e pernas do paciente.

Continue a leitura e saiba mais sobre as injeções na coluna, seus tipos, indicações e como são realizadas.

Quais São as Injeções para a Coluna?

A injeção espinhal pode ser composta por:

  • Um anestésico local sozinho;
  • Um medicamento esteróide sozinho ou em combinação com um anestésico local.

Outro nome para esteróide é corticosteróide; estes medicamentos são potentes substâncias anti-inflamatórias.

Às vezes, um meio de contraste (corante de raio-X) é adicionado à mistura de injeção para ajudar a orientar a colocação precisa da agulha usando a orientação da imagem.

Injeções espinhais são um termo amplo que se refere a qualquer tipo de injeção que envolva a coluna vertebral. Os bloqueios nervosos são um subtipo de injeções espinhais que têm como alvo um nervo específico.

Quando o medicamento é injetado no nervo alvo, ele pode “bloquear” a transmissão dos sinais de dor que viajam do gerador de dor (por exemplo, hérnia de disco lombar) para o cérebro.

Em resumo, todos os bloqueios nervosos são injeções espinhais.

Tipos de Injeções na Coluna

Injeção Epidural

A dura-máter é a camada mais externa das três camadas que envolvem a medula espinhal e a cauda equina. Uma injeção epidural se refere à aplicação do medicamento na dura-máter.

Existem 3 tipos de injeções epidurais, com base na abordagem que a agulha faz para chegar ao local da injeção.

Injeção nas Articulações Facetárias

Neste procedimento, o médico injeta uma pequena quantidade de anestésico local e / ou medicamento anti-inflamatório nas articulações facetárias, estruturas localizadas aos pares na lateral de cada vértebra no pescoço e nas costas.

A injeção facetária pode ajudar no diagnóstico preciso da dor. Quando o medicamento é administrado na articulação facetária e a dor é aliviada, podemos identificar a localização exata de onde vem a sua dor. O alívio da dor pode variar, o que fornece mais detalhes sobre todos os fatores que contribuem para a dor nas costas.

Bloqueio Seletivo da Raiz Nervosa

Envolve a injeção de um anestésico local em uma raiz nervosa específica. Eles são normalmente usados ​​para fins diagnósticos. Em pacientes com várias áreas de compressão espinhal, este procedimento é realizado em conjunto com a análise da história do paciente, exame físico e ressonância magnética, para identificar a fonte da dor.

Injeção na Articulação Sacroilíaca

Existem 2 articulações sacroilíacas. Elas ajudam a conectar os dois lados do sacro ao ílio: uma parte da articulação do quadril. Problemas nestas articulações podem causar dores na região lombar, nas nádegas e nas pernas.

Uma injeção na articulação sacroilíaca é uma injeção diretamente em uma ou em ambas as articulações sacroilíacas. Esta articulação também pode ser injetada para fins diagnósticos e terapêuticos.

Anestesiar a região por injeção sob orientação de raios-X é considerado o padrão ouro para o diagnóstico de dor na articulação SI. Uma injeção diagnóstica da articulação sacroilíaca com anestésico deve diminuir significativamente a quantidade de dor em um local específico da região lombar, nádega ou coxa.

Indicações

Há uma ampla gama de distúrbios da coluna vertebral que podem se beneficiar com uma injeção. A decisão de prosseguir com a injeção é baseada em uma variedade de fatores e deve ser tomada após consulta com um médico cirurgião de coluna.

A maioria dos médicos recomenda um período de tratamento conservador, geralmente de 4 a 6 semanas, antes de recomendar uma injeção, pois muitos casos de dor no pescoço ou nas costas irão melhorar dentro desse período.

Condições comuns em que uma injeção pode ser apropriada incluem:

Existem Complicações?

Os procedimentos de injeção na coluna são geralmente seguros. Se ocorrerem complicações, são leves e autolimitadas. Os possíveis riscos podem incluir:

  • Sangramento;
  • Infecção;
  • Lesão no nervo;
  • Paralisia;
  • Necrose vascular;
  • Dor de cabeça ou na coluna;
  • Fraqueza muscular;
  • Aumento da dor por alguns dias.

Os efeitos colaterais comuns dos esteróides incluem:

  • Rubor facial;
  • Aumento do apetite;
  • Irregularidade menstrual;
  • Náusea;
  • Diarréia;
  • Hiperglicemia.

Algumas pessoas não são bons candidatos para injeções espinhais. Isso inclui pessoas com:

  • Infecção da pele no local onde será realizada a punção da agulha;
  • Distúrbios de coagulação em que ocorrem sangramentos;
  • Uso de medicamentos anticoagulantes;
  • Hipertensão arterial não controlada;
  • Diabetes;
  • Alergia a contraste, anestésicos ou esteróides.

Os tratamentos com injeção espinhal podem ser incluídos como parte de seu plano de tratamento multidisciplinar, sendo realizada em conjunto com medicação e fisioterapia. Converse com seu médico cirurgião de coluna de confiança para saber se pode ser indicado para seu caso.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:
Compartilhar: