Hérnia de Disco - O que é? Como e Por que Acontece?

Hérnia de Disco – O que é? Como e Por que Acontece?

Hérnia de disco é uma condição muito comum. Ocorre mais frequentemente em pessoas com idades entre 35 e 55 anos, sendo mais frequente em homens do que em mulheres.

Já abordamos aqui no blog vários aspectos do tratamento da hérnia de disco. Mas em que consiste esta condição? Continue a leitura e conheça as causas e sintomas da hérnia de disco.

O que é uma Hérnia de Disco?

A coluna vertebral é composta por uma série de ossos individuais (vértebras) empilhadas. Entre as vértebras, estão acolchoadas almofadas redondas chamadas de discos intervertebrais, que atuam como amortecedores. Cada disco possui um centro macio, semelhante a um gel – chamado núcleo pulposo – cercado por uma camada externa resistente e fibrosa chamada anel.

Uma hérnia de disco – também chamado de disco rompido – ocorre quando a pressão das vértebras acima e abaixo força algum ou todo o núcleo pulposo através de uma parte enfraquecida ou rasgada do anel. O núcleo pulposo da hérnia pode pressionar os nervos próximos ao disco, resultando em dor.

Os discos herniados ocorrem com mais frequência na parte inferior da coluna vertebral; no entanto, eles também podem ocorrer na coluna cervical e torácica. Um hérnia de disco é uma das causas mais comuns da dor no pescoço, costas e / ou pernas (ciática), além da dor de garganta.

Causas

Uma hérnia ocorre quando a parte externa do disco, o anel, fica fraca e rompe-se. Vários fatores podem contribuir para o enfraquecimento do disco, incluindo:

Sintomas

Em alguns casos, os discos herniados não produzem sintomas. No entanto quando isso acontece, eles incluem:

  • Na região lombar:
  • Na região cervical (pescoço):
    • Sintoma de dor perto ou sobre a omoplata;
    • Dor que irradia para o ombro, braço e – às vezes – mão e dedos;
    • Dor no pescoço, especialmente nas costas e nas laterais do pescoço (a dor pode aumentar ao dobrar ou virar o pescoço);
    • Espasmo dos músculos do pescoço.

Os sintomas de uma hérnia de disco no meio das costas tendem a ser vagos. Pode haver dor na parte superior das costas, lombar, abdômen ou pernas, além de fraqueza ou dormência em uma ou ambas as pernas.

Complicações Associadas à Hérnia de Disco

Dor crônica nas costas ou nas pernas, assim como sua perda de controle ou sensação ao longo das pernas ou pés são algumas complicações de uma hérnia de disco não tratada.

Diagnóstico

O médico cirurgião de coluna começará uma avaliação com um exame físico completo e avaliação do histórico médico, incluindo uma revisão de seus sintomas. Ele pode realizar um exame neurológico para testar seus reflexos, sensações e força muscular.

Outros testes de diagnóstico podem ajudar a avaliar melhor o local e a extensão da hérnia:

  • Raios-X – Um raio-X da coluna vertebral pode ser feito para descartar outras causas da dor nas costas ou no pescoço.
  • Ressonância magnética ou tomografia computadorizada – Estes exames podem mostrar estreitamento do canal medular causado por hérnia.
  • EMG – Um eletromielograma (EMG) envolve um estudo da atividade elétrica dos nervos conectados aos músculos. A resposta do músculo, que indica o grau de atividade nervosa, é medida. Um EMG pode ajudar a determinar quais raízes ou raízes nervosas estão sendo afetadas.

Tratamento

Você pode saber mais informações sobre as formas de tratamento realizadas, em nossos artigos:
Hérnia de Disco – Como tratar?
Cirurgia de Microdiscectomia para Tratamento da Hérnia de Disco

Prognóstico

A maioria dos sintomas causados melhora gradualmente – geralmente em seis semanas – tomando medidas simples. De fato, a maioria das pessoas com hérnia de disco responde ao tratamento conservador dentro de seis semanas e pode retornar às suas atividades normais. Alguns casos podem necessitar de cirurgia. O seu médico cirurgião de coluna pode lhe indicar a melhor abordagem terapêutica para o seu caso.

Referência: Mayo Clinic

Compartilhar: