Coluna e Exercícios - Quem Tem Problema na Coluna Pode Fazer Exercícios?

Coluna e Exercícios – Quem Tem Problema na Coluna Pode Fazer Exercícios?

Coluna e Exercícios. Embora a resposta típica à dor nas costas seja ficar na cama ou pelo menos interromper qualquer atividade extenuante, descansar por mais de um dia ou dois pode realmente prejudicar a cura e piorar a dor. Na realidade, os exercícios são quase sempre necessários para reabilitar a coluna e aliviar a dor nas costas.

Veja neste artigo os benefícios de manter-se ativo como forma de prevenção – e também tratamento – da dor nas costas.

A Relação entre Coluna e Exercícios

Porque Quem Tem Problema na Coluna Pode Fazer Exercícios

O exercício é uma das maneiras mais significativas pelas quais podemos aumentar a longevidade, melhorar a saúde e diminuir a dor. O exercício adequado pode melhorar a flexibilidade, aumentar a força e até reduzir a dor nas costas.

Exercício e condicionamento físico são necessários para curar problemas já existentes nas costas, recuperar-se de uma cirurgia nas costas e, especialmente, para manter as costas saudáveis, prevenindo futuros episódios de dor nas costas.

Idealmente, um programa de exercícios e condicionamento físico deve ser integrado durante a maioria das fases do tratamento para alívio da dor e para melhorar a saúde geral dos pacientes. Se a dor é intensa, no entanto, os pacientes podem precisar ser tratados pela dor antes de iniciar um programa de exercícios nas costas.

Como a Prática de Exercícios Beneficia suas Costas

Uma das formas pelas quais o envolvimento em atividades de condicionamento físico ajuda a manter as costas saudáveis é facilitar com que os discos troquem líquidos (é assim que o disco recebe sua nutrição). Além disso, a troca de fluidos ajuda a reduzir o inchaço nos outros tecidos moles que ocorre ao redor dos discos lesionados. Quando há falta de exercício, o inchaço aumenta e os discos ficam desnutridos e degenerados.

Exercitar as costas também reduz a rigidez, mantendo as fibras conectivas dos ligamentos e tendões flexíveis. A mobilidade aprimorada através do exercício nas costas ajuda a impedir que as fibras conectivas se rompam sob estresse, o que, por sua vez, evita lesões e dores nas costas.

Outro efeito importante do exercício é que ele alonga, fortalece e repara músculos que ajudam a apoiar as costas. Os músculos lombares e abdominais agem como um espartilho interno que suporta os discos entre as vértebras, as articulações facetárias e os ligamentos. Quando os músculos das costas e do abdome estão fracos, eles não conseguem suportar as costas adequadamente.

Os exercícios de fortalecimento das costas ajudam a fortalecer esses músculos de apoio, a fim de evitar a tensão dos tecidos moles (por exemplo, músculos, ligamentos e tendões) e fornecer apoio suficiente para as estruturas da coluna vertebral.

Como Iniciar a Prática de Exercícios

Um programa eficaz de exercícios para as costas deve ser abrangente, trabalhando o corpo todo, mesmo que tenha como alvo as costas. O exercício pode ser pensado como qualquer outra receita médica: Um profissional de saúde qualificado deve personalizar o exercício com base em fatores, que incluem:

  • O diagnóstico clínico;
  • Se a dor é considerada leve, moderada ou intensa;
  • O alívio da dor necessário para tolerar a atividade;
  • A frequência dos exercícios prescritos;
  • A forma correta e a postura saudável necessárias para a realização de exercícios.

Converse com o seu médico cirurgião de coluna sobre as modalidades que são mais indicadas para o seu caso e procure um profissional de educação física qualificado para orientar sua prática.

Referência: Advent Health Medical Group

Compartilhar: