É Possível Prevenir a Escoliose?

É Possível Prevenir a Escoliose?

Prevenir a Escoliose. Sua coluna naturalmente tem uma ligeira curva para frente e para trás. No entanto, com a escoliose, a coluna se curva de um lado para o outro e pode ter um formato de C ou S. Embora a causa exata da escoliose seja desconhecida na maioria dos casos, aprender as possíveis causas e opções de tratamento pode ajudá-lo a tomar decisões informadas sobre cuidados para recuperar sua qualidade de vida.

Continue a leitura deste artigo para saber mais sobre a escoliose, seu diagnóstico, tratamento e possibilidade de prevenção.

Quando a Escoliose Aparece?

É mais provável que a escoliose apareça durante os surtos de crescimento, quando as crianças têm entre 10 e 15 anos de idade. Você pode receber um diagnóstico de escoliose a qualquer momento, desde a infância até a idade adulta. Quanto maior a gravidade da sua coluna, maior a probabilidade de ela piorar, o que torna essencial detectar precocemente a escoliose e iniciar o tratamento adequado.

Quando a Escoliose é Diagnosticada?

A maioria das pessoas recebe o diagnóstico de escoliose entre as idades de 10 e 15 anos. Mas à medida que envelhecemos, a coluna fica sujeita a degeneração, o que pode resultar em curvatura anormal. Devido a isso, muitos adultos recebem o diagnóstico de escoliose mais tarde na vida. Você também pode ter um diagnóstico de escoliose quando adulto se sua escoliose for leve e seu pediatra não a detectar durante suas consultas.

Como a Escoliose é Diagnosticada?

Diga Adeus às suas Dores.
Reserve a sua Consulta com Ortopedista.

O primeiro passo para diagnosticar a escoliose é realizar um exame médico. Durante este exame, seu médico pedirá que você tire a camisa para que ele possa ver sua coluna enquanto você realiza tarefas como ficar em pé ou curvar-se para a frente. Ele também pode fazer as seguintes perguntas:

  • Qual é o seu histórico médico e o de sua família?
  • Você se lembra quando notou pela primeira vez uma mudança em sua coluna?
  • Você tem algum sintoma?
  • Você está enfrentando algum problema com sua bexiga, intestinos ou funções motoras gerais?

Se o seu médico notar alguma curvatura na sua coluna ou você estiver apresentando sintomas, ele solicitará alguns exames de imagem. Geralmente, será necessário fazer radiografias frontais e laterais para obter uma imagem completa da coluna. Se necessário, você pode ser submetido a outros exames de imagem, como ressonância magnética e tomografia computadorizada.

Se o seu médico determinar que sua escoliose requer tratamento, você receberá um encaminhamento para profissionais que ajudem na realização deste tratamento.

Como se Mede a Escoliose?

Para determinar a gravidade da sua escoliose, o seu médico medirá a curva da sua coluna em graus:

  • Menos de 10 graus: Sem diagnóstico de escoliose;
  • Entre 10 e 24 graus: Escoliose leve;
  • Entre 25 e 39 graus: Escoliose moderada;
  • 40 graus ou mais: Escoliose grave.

Seu médico usará um escoliômetro para calcular a curva de sua coluna, da mesma forma que você usa um transferidor para medir ângulos. Ele também podem usar um raio-X para determinar a curva exata da sua coluna.

O que Causa Escoliose em Adultos?

Algumas formas de escoliose têm uma causa clara, enquanto outras não. Os médicos dividem as causas da escoliose em causas estruturais e não estruturais.

Na escoliose não estrutural, a coluna pode funcionar normalmente, mas tem uma aparência curva. A escoliose não estrutural pode resultar de vários problemas, como uma perna ser mais longa que a outra, apendicite e espasmos musculares. Se você ou seu médico detectarem esses sintomas e iniciarem o tratamento, sua escoliose também desaparecerá.

Na escoliose estrutural, a curva da coluna vertebral é rígida devido a causas como:

  • Condições genéticas como síndrome de Marfan e síndrome de Down;
  • Paralisia cerebral;
  • Tumores;
  • Osteoporose;
  • Distrofia muscular;
  • Infecções.

A história familiar e a genética também podem causar escoliose. Se um membro da família imediata tiver escoliose, é melhor fazer um exame o mais rápido possível para determinar se você também tem a doença.

É Possível Prevenir a Escoliose?

A escoliose não é evitável, apesar de muitos rumores, como os de que esportes infantis e carregar uma mochila pesada possam causar curvatura na coluna. A má postura também não afeta a escoliose. No entanto, uma coluna curvada pode causar uma inclinação perceptível e, se você não consegue ficar em pé, é aconselhável consultar um médico para examinar sua coluna.

O que Piora a Escoliose?

Tal como acontece com qualquer condição, não há como prever com precisão como a sua escoliose irá melhorar ou piorar ao longo do tempo. Uma das melhores maneiras de garantir que sua escoliose não piore é fazendo tratamento e seguindo as recomendações do seu médico.

Após o diagnóstico de escoliose, seu médico poderá conversar com você sobre como a gravidade, as atividades cotidianas e os surtos regulares de crescimento podem impactar positiva e negativamente sua escoliose.

À medida que você e seu médico aprendem mais sobre como a curva da coluna afeta seu corpo, vocês trabalharão juntos para criar um plano de ação que pode incluir alongamentos, exercícios específicos ou adaptar a forma como você realiza as atividades diárias.

Como Saber se a Escoliose está Piorando?

Um dos sinais mais óbvios de que a escoliose está piorando são alterações perceptíveis, como quadris e ombros irregulares, costelas proeminentes e deslocamento da cintura e do tronco para os lados. Se você não notar nenhum sintoma, seu médico verificará a curva de sua coluna a cada cinco anos. Muito parecido com o seu diagnóstico inicial, o seu médico pode usar um escoliômetro ou solicitar um raio-X ou outros exames de imagem para ver se a curva da sua coluna mudou.

Entendemos que a escoliose pode afetar vários aspectos da sua vida, por isso existem tratamentos abrangentes, que podem variar de observação, órtese e cirurgia, dependendo da gravidade da sua escoliose.

Mais informações sobre este assunto na Internet:
Diga Adeus às suas Dores.
Reserve a sua Consulta com Ortopedista.