Como a Desidratação pode Causar Dor nas Costas

Como a Desidratação pode Causar Dor nas Costas

Desidratação pode Causar Dor nas Costas. Quando alguém menciona desidratação, os sintomas de sede e fadiga vêm à mente. Mas, dores nas costas e problemas na coluna são resultados inesperados de desidratação.

A água é um componente significativo das funções corporais, alterando não só os níveis de metabolismo, pele e energia, mas também o funcionamento interno do sistema fisiológico, como órgãos e tecidos. Os elementos da coluna vertebral e das costas retêm uma quantidade surpreendente de água, e a falta dela afeta seus movimentos e sua saúde.

As explicações a seguir fornecem uma visão geral da conexão entre hidratação e saúde da coluna vertebral.

A Desidratação Pode Causar Dor nas Costas ou Problemas na Coluna?

A composição da coluna, o impacto dos movimentos e a maneira como o corpo se reidrata, dão uma ideia de como a hidratação interfere na capacidade de se mover com facilidade.

Constituição da Coluna Vertebral

A coluna vertebral é composta de discos, vértebras e cartilagens, com objetivo de envolver a medula espinhal. Os discos sofrem o impacto de qualquer movimento, proporcionando flexibilidade e aliviando choques prejudiciais. Cada disco contém uma porção amortecida de líquido, envolvida por uma camada externa, o anel fibroso. Os discos perdem e recuperam água regularmente, o que é um processo natural, à medida que o esforço acontece e você reabastece seu sistema com água. Veja como esse processo acontece:

  • Movimento e Gravidade Diminuem a Água – Movimentos como pular, correr, caminhar e dobrar retiram parte do líquido dos discos da coluna vertebral. A pressão das atividades cotidianas libera a água dos discos, e o peso da gravidade pressiona os discos da coluna vertebral, que também retira um pouco de água dos discos. Um efeito da perda de água é a redução no tamanho do disco e a incapacidade de amortecer como antes. O movimento se torna difícil quando os discos encolheram o suficiente para parar de sustentar a distância e a conexão adequadas da cartilagem e das vértebras.
  • Reidratação da Coluna Vertebral – Os discos se reidratam durante a noite com a água que você consumiu. Esse processo é chamado de troca intradiscal de fluidos porque substitui os fluidos antigos por nova hidratação. Os discos tornam-se preenchidos e têm suas qualidades de amortecimento novamente. Eles se tornam do mesmo tamanho, consistência e moldam as vértebras necessárias para o seu corpo fazer movimentos básicos. Os órgãos são o primeiro local em que o corpo direciona a hidratação durante o sono. Portanto, se não houver água suficiente para atender às necessidades da coluna, essas partes secundárias sofrerão.

Como a Desidratação Afeta a Coluna?

A taxa de reparo dos discos difere com base na idade e na saúde, e hábitos como a hidratação adequada. Se você está desidratado e suas costas estão tendo a maior parte do impacto, várias reações desconfortáveis ​​podem ocorrer.

  • Imobilidade – Os discos desidratados na coluna dificultam a mobilidade, e isso causará desgaste nos discos. As vértebras estarão mais próximas, dificultando a capacidade de torcer e dobrar o corpo. A movimentação limitada exigirá que você descanse mais ou seja submetido à cirurgia.
  • Abaulamento ou Hérnia de Disco – Os discos protuberantes e herniados são um dos resultados mais dolorosos da desidratação da coluna vertebral. Discos desidratados não podem sustentar o impacto e têm elasticidade reduzida.
  • Dores – Discos mais finos ou hérnias liberam substâncias químicas nas raízes nervosas da coluna. A pressão das vértebras na raiz nervosa também pode causar dor no local ou irradiando para a extensão do nervo.

Sintomas Gerais de Desidratação

Desidratação significa que seu corpo não está ingerindo água suficiente ou está expelindo demais. A sede não é o início da desidratação, mas a prova de que você já não tem muita água. Observe estes sintomas para garantir que você permaneça hidratado:

  • Fraqueza – Se os músculos perderam sua força típica, isso indica que o corpo precisa reabastecer sua água. Se a parte inferior das costas e as pernas estiverem fracas, a desidratação pode ser central para a coluna vertebral e para as costas.
  • Tonturas – A tontura geralmente vem da desidratação, porque os níveis sanguíneos tornam-se reduzidos e o sangue não chega à cabeça.
  • Mudança no Estado Mental – Confusão ou irritabilidade ocorrem quando os neurônios do cérebro identificam os baixos níveis de água do corpo. Mudanças de humor são comuns com a desidratação, mas até a ansiedade e a tensão afetam aqueles que precisam de uma dose extra de hidratação.
  • Urina Escura – A urina puramente hidratada é clara e incolor, sendo que a urina desidratada tem cor amarelo escuro ou laranja. Os rins economizam água quando o corpo não está recebendo o suficiente, e essa concentração de urina significa que a cor será mais escura, exibindo a extensão da desidratação.

Outros Sintomas de Desidratação

  • Pressão Sanguínea Baixa – A hidratação básica eleva a pressão arterial a um nível saudável. Tontura é um resultado da pressão arterial baixa. O desmaio é outra resposta comum.
  • Pele Seca – Quando você está desidratado, sua pele fica seca, porque a água constitui 30% da pele.
  • Respiração Rápida – A água potável remove secreções ou muco, bloqueando e revestindo as vias aéreas também. Além disso, o efeito da desidratação no fluxo sanguíneo do corpo restringe a disponibilidade de oxigênio.
  • Batimento Cardíaco Rápido – A desidratação causa batimentos cardíacos rápidos, compensando a falta de sangue que chega às partes vitais do corpo.
  • Alterações nos Olhos – Os sinais visuais de desidratação incluem olhos fundos, secos e baixa produção de lágrimas, fazendo com que pareçam cada vez mais cansados.
  • Boca Seca – A boca fica seca e até pegajosa com muco extra já é um sinal de sede extrema.

Sinais de Discos Desidratados

Os sintomas dos discos desidratados são tipicamente uma dor extrema na região afetada e dormência nos membros. Os seguintes sintomas são sinais de aviso adicionais:

  • Protuberâncias na coluna vertebral;
  • Formigamento e/ou dormência;
  • Fraqueza nos músculos dos membros;
  • Ausência de reflexos;
  • Problemas com órgãos pélvicos.

Dicas Para Se Manter Hidratado

  • Coma frutas e legumes, porque eles também contêm água;
  • Verifique sua urina;
  • Mantenha a ingestão média de 2 litros de água por dia;
  • Beba água gradualmente ao longo do dia;
  • Limite diuréticos como café, chá, álcool e refrigerantes, porque eles fazem com que você perca água rapidamente;
  • Beba mais água quando se exercitar ou se estiver em um clima quente.

Se você estiver com problemas nas costas, a ingestão de água pode ser o problema e, mesmo que não seja o principal, a hidratação pode reduzir o desconforto pelo qual está passando. Veja outras causas para a dor nas costas.

Embora os discos degenerados não possam se rejuvenescer, o campo médico encontrou outras técnicas para estimular a hidratação. As técnicas de hidratação do disco são uma maneira de reidratar os discos, distraindo ou estabilizando a pressão intradiscal. Pergunte ao seu médico cirurgião de coluna sobre esta opção de tratamento.

Referência: Kaizo Health

Compartilhar: