Descompressão Endoscópica - Saiba Mais

Descompressão Endoscópica – Saiba Mais

Uma descompressão endoscópica é a técnica menos invasiva que permite a visualização direta do disco e dos nervos na coluna vertebral.

Este procedimento é usado para descomprimir raízes nervosas danificadas pelo estreitamento do canal espinhal e forames causados ​​por abaulamento de disco, hérnia de disco, artrite facetária, esporão ósseo, escoliose e espondilolistese.

Continue a leitura deste artigo para saber mais sobre a cirurgia de Descompressão Endoscópica, suas indicações e benefícios.

O que é uma Descompressão Endoscópica?

Uma descompressão endoscópica é a cirurgia menos invasiva que permite ao cirurgião descomprimir os nervos espinhais no canal espinhal com uma pequena incisão.

Esta com Dores na Lombar?
Marque sua Consulta com o Ortopedista Hoje mesmo.

A cirurgia utiliza endoscópio e imagens radiográficas em tempo real, de modo que a cirurgia é muito segura e eficaz.

Geralmente é um procedimento indicado em pacientes com sintomas neurológicos, como:

  • Dor irradiada para as pernas,
  • Formigamento,
  • Dormência,
  • Fraqueza,
  • Dificuldade para respirar,
  • Em alguns casos, problemas intestinais e/ou da bexiga.

A maioria dos pacientes para os quais a descompressão endoscópica foi indicada não encontrou alívio adequado com modalidades não cirúrgicas, incluindo, entre outros, injeções de controle da dor ou tratamentos conservadores.

Muitos pacientes que sofrem de ciática, dor referida nas pernas e/ou dor lombar podem ser candidatos a esse procedimento. Este procedimento também pode ajudar a aliviar a dor associada à estenose espinhal e à artrite lombar.

Benefícios

  • Técnica menos invasiva – menos trauma aos músculos e tecidos moles do que com a cirurgia aberta tradicional,
  • Tempo de recuperação rápido,
  • Dor ou desconforto mínimo após a cirurgia,
  • Alívio imediato da dor nas pernas na maioria dos casos,
  • Menos complicações e riscos do que a cirurgia de coluna aberta,
  • Incisão pequena e tecido cicatricial mínimo,
  • Alta taxa de sucesso e sucesso sustentado da terapia,
  • Nenhuma ou perda mínima de sangue,
  • Sem perda de mobilidade.

Quando uma Descompressão Endoscópica é Indicada

  • Estenose resultando em estreitamento do canal vertebral,
  • Abaulamento de disco, hérnia de disco, artrite facetária, esporão ósseo, escoliose e espondilolistese, resultando em estenose ou estreitamento do canal vertebral,
  • Dor intensa nas costas, dor nas pernas ou sintomas neurológicos
  • Falha de tratamentos conservadores.

Detalhes da Cirurgia de Descompressão Endoscópica

A descompressão endoscópica microinvasiva requer uma pequena incisão, geralmente não maior que 1 cm, e radiografias para obter acesso à coluna lombar.

Sob a orientação de raios-x, um dilatador muscular é usado ​​para esticar o tecido mole, em vez de cortar os músculos, e criar um caminho para o endoscópio. Instrumentos especiais também podem ser usados ​​para raspar o osso artrítico que comprimiu os nervos no canal espinhal. O objetivo é liberar os nervos no canal espinhal.

A cirurgia será feita sob anestesia geral, leva cerca de 1 a 2 horas, dependendo da gravidade do problema, das comorbidades do paciente e seu nível geral de saúde.

Ao contrário da cirurgia aberta tradicional, na qual músculos, ligamentos e até mesmo ossos podem ser cortados para atingir a área especificada, a descompressão endoscópica usa um endoscópio (uma pequena câmera) para ampliar a área onde a cirurgia será realizada. Com o uso desta técnica, apenas uma pequena porção do disco herniado que está comprimindo o nervo espinhal precisa ser removida.

Embora esta seja uma cirurgia ambulatorial, recomendamos descansar por um período prescrito no pós-operatório e, em seguida, aumentar gradualmente os níveis de atividade com instruções e supervisão de seus profissionais.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:
Diga Adeus às suas Dores.
Reserve a sua Consulta com Ortopedista.