Fratura Vertebral por Osteoporose

Fratura Vertebral por Osteoporose

Fratura Vertebral por Osteoporose. A osteoporose é uma doença na qual os ossos se tornam muito fracos e mais propensos a quebrar. Muitas vezes se desenvolve despercebida ao longo de muitos anos, sem sintomas ou desconforto até que um osso se quebre. Continue a leitura e compreenda melhor este assunto.

Como Ocorre a Fratura Vertebral por Osteoporose

Nem todas as fraturas por compressão vertebral são devidas à osteoporose. Porém, quando a doença está envolvida, uma fratura geralmente é o primeiro sinal de um esqueleto enfraquecido pela osteoporose.

Quando as vértebras da coluna se enfraquecem, elas podem se achatar. Isso pode fazer com que os pacientes idosos pareçam ter uma altura menor e desenvolver uma curvatura arredondada na coluna.

As vértebras enfraquecidas correm um alto risco de quebra. Uma fratura de compressão vertebral ocorre quando muita pressão é colocada sobre uma vértebra enfraquecida e sua estrutura torna-se partida. As fraturas por compressão vertebral geralmente são o resultado de uma queda, mas as pessoas com osteoporose podem sofrer uma fratura mesmo quando fazem atividades cotidianas, como alcançar, torcer, tossir e espirrar.

Sintomas de Fratura Vertebral por Osteoporose

Uma fratura de compressão vertebral causa dor nas costas, próximo ao local da fragmentação. As fraturas por compressão vertebral ocorrem mais comumente perto da cintura, bem como ligeiramente acima (meio do peito) ou abaixo (parte inferior das costas).

A dor geralmente piora com o movimento, principalmente quando você está mudando de posição. Muitas vezes, é aliviada pelo descanso. Tossir e espirrar também pode aumentar a dor. Embora a dor possa se mover para outras áreas do corpo (por exemplo, no abdômen ou nas pernas), isso é incomum.

Tratamento das Fraturas Vertebrais

Tratamento Não Cirúrgico

Felizmente, a maioria das pessoas que sofre de uma fratura de compressão vertebral melhora em 3 meses sem tratamento específico para reparar a fratura. Medidas simples, como um curto período de descanso e uso limitado de analgésicos, geralmente são suficientes. Em alguns casos, os pacientes são instruídos a usar uma cinta para restringir o movimento e permitir que a fratura da compressão vertebral cure.

Se o seu médico também diagnosticou osteoporose, você corre um risco aumentado de fraturas por compressão vertebral adicionais e outras fraturas, como quadril e punho. O seu médico abordará os tratamentos para perda de densidade óssea durante esse período.

Tratamento cirúrgico

Se você tiver uma dor intensa que não responde ao tratamento não cirúrgico, a cirurgia pode ser considerada.

No passado, as únicas opções cirúrgicas disponíveis para pacientes com fraturas por compressão vertebral envolviam procedimentos extensos. Hoje, os procedimentos de aumento vertebral oferecem uma alternativa minimamente invasiva.

Os dois tipos de métodos de aumento vertebral disponíveis são cifoplastia e vertebroplastia. Os melhores candidatos para esses procedimentos são pacientes que sofrem dor intensa por fraturas vertebrais recentes por compressão. O procedimento é escolhido com base no tipo de fratura de compressão vertebral.

Resultados Cirúrgicos

Vários relatórios foram publicados sobre os resultados dos procedimentos de aumento vertebral. Em dois grandes estudos, o benefício da vertebroplastia foi encontrado em um prazo muito curto. Por outro lado, estudos indicam que a cifoplastia pode aumentar a função e diminuir a dor mais rapidamente do que o tratamento não operatório. O seu médico cirurgião de coluna discutirá expectativas realistas de recuperação se a vertebroplastia ou cifoplastia for recomendada para seu caso.

Referência: OrthoInfo – AAOS

Compartilhar: