Conheça a Importância do Tratamento com Fisioterapia para Dor Cervical

Conheça a Importância do Tratamento com Fisioterapia para Dor Cervical

A fisioterapia é um dos tratamentos mais comuns para dor cervical crônica. A maioria dos programas de Fisioterapia para Dor Cervical envolve a aplicação de tratamentos para reduzir a dor e/ou rigidez suficiente para iniciar um programa de exercícios de fortalecimento e alongamento do pescoço.

Continue a leitura deste artigo para conhecer os métodos e exercícios específicos utilizados na fisioterapia para a dor cervical.

Objetivos da Fisioterapia para Dor Cervical

A fisioterapia para dor no pescoço geralmente inclui os seguintes objetivos:

  • Reduzir a dor e a rigidez;
  • Melhorar a amplitude de movimento da cabeça e pescoço;
  • Desenvolver o fortalecimento dinâmico do pescoço e sua musculatura de suporte;
  • Desenvolver estratégias para evitar que a dor se repita.

Mesmo que a dor não possa ser completamente eliminada, a fisioterapia pode desempenhar um papel importante na melhora da postura do pescoço e na função para os movimentos diários.

Indicações

Acabe Com suas Dores nas Costas!
Agende uma Consulta agora com Cirurgião da Coluna.

A fisioterapia para o pescoço pode ser recomendada em vários casos, como:

  • Dor crônica não especificada. Quando a dor no pescoço persiste ou se repete, pode ser difícil identificar a origem ou o mecanismo exato da dor. Mesmo sem um diagnóstico, aumentar a força dos músculos do pescoço pode ajudá-los a sustentar melhor a coluna cervical e torná-los mais resistentes à dor.
  • Se recuperar de uma lesão. Algumas lesões, como a lesão por efeito chicote, podem danificar os tecidos moles e as articulações do pescoço, resultando em dor e/ou rigidez que podem durar semanas ou mais. Um programa de fisioterapia pode reduzir a dor e ajudar a devolver o funcionamento normal do pescoço.
  • Se recuperar da cirurgia. Algumas cirurgias realizadas no pescoço podem resultar em dor e rigidez significativas nas semanas e meses seguintes. Por exemplo, uma cirurgia de discectomia cervical anterior com fusão envolve a fusão de 2 ou mais vértebras na coluna cervical, o que pode alterar o movimento de alguns músculos do pescoço e da parte superior das costas. Nesses casos, a fisioterapia pode ajudar a trabalhar a rigidez, aumentar a função do pescoço e reduzir ou prevenir espasmos dolorosos à medida que os músculos são recondicionados.

A fisioterapia para o pescoço também pode ser recomendada em outros casos, como parte de um programa de tratamento maior para outras doenças ou condições crônicas.

Existem Contraindicações?

Em alguns casos, a fisioterapia pode não ajudar a reduzir a dor no pescoço ou pode até piorar o problema. A fisioterapia normalmente não é recomendada para dor crônica no pescoço se qualquer uma das seguintes condições for verdadeira:

  • Instabilidade significativa da coluna vertebral. Às vezes, a coluna cervical não é estável o suficiente para o exercício, como quando um osso vertebral foi fraturado. Nesses casos, a coluna deve ser estabilizada para evitar mais lesões antes da fisioterapia.
  • Problema médico subjacente sério. Se a dor no pescoço resultar de uma infecção ou tumor, a causa deve ser resolvida primeiro. Por exemplo, se um tumor cancerígeno está contribuindo para a dor no pescoço, fazer exercícios não reduzirá o tamanho do tumor e, em vez disso, o problema pode piorar.

Métodos de Tratamento Fisioterapêutico

Existem 2 formas comuns de fisioterapia:

  • Fisioterapia passiva, que envolve tratamentos sendo aplicados sem esforço do paciente. Vários métodos de tratamento estão disponíveis, como aplicação de compressas de gelo, terapia de calor, massagem terapêutica, ultrassom, eletroterapia e outros. O objetivo da fisioterapia passiva é ajudar a reduzir a dor e o inchaço.
  • Fisioterapia ativa, que envolve o paciente movendo seu próprio corpo por meio de exercícios e alongamentos. Ao melhorar a força e a flexibilidade do pescoço, esses músculos podem se tornar menos doloridos e mais capazes de manter uma boa postura, o que reduz o estresse na coluna cervical.

A fase inicial da fisioterapia para dor no pescoço pode envolver tratamentos mais passivos, mas é provável que os tratamentos ativos sejam incorporados com o passar do tempo.

Eficácia da Fisioterapia

Muitos estudos examinaram se a fisioterapia pode ou não ajudar a reduzir a dor relacionada a problemas na coluna. A literatura médica atual sugere evidências moderadas a fortes que apoiam os benefícios do papel da fisioterapia na redução da dor no pescoço e na melhora da amplitude de movimento.

Alguns estudos constataram ainda mais benefícios da fisioterapia quando combinada com outros métodos de tratamento, como a atividade aeróbica.

Se sua dor no pescoço está dificultando a realização de suas atividades diárias, um médico cirurgião de coluna pode ajudá-lo a encontrar o tratamento mais eficaz. Quanto mais cedo você procurar ajuda para a dor na cervical, mais podemos fazer para evitar que ela se torne crônica.

Mais informações sobre este assunto na Internet:
Esta com Dores na Lombar?
Marque sua Consulta com o Ortopedista Hoje mesmo.