Nervo Comprimido no Pescoço - Causas, Sintomas e Tratamento

Nervo Comprimido no Pescoço – Causas, Sintomas e Tratamento

Um nervo comprimido no pescoço (também conhecido como radiculopatia cervical) é uma condição que resulta em disfunção neurológica causada pela compressão e inflamação de qualquer uma das raízes nervosas da coluna cervical (pescoço).

A disfunção neurológica pode incluir dor irradiada para os braços, fraqueza muscular e/ou dormência.

Continue a leitura deste artigo para saber mais sobre as causas, os sintomas e as formas de tratamento para um nervo comprimido no pescoço.

Causas para um Nervo Comprimido no Pescoço

A radiculopatia cervical geralmente surge de alterações degenerativas que ocorrem na coluna à medida que envelhecemos ou de uma lesão que causa hérnia ou abaulamento do disco intervertebral.

Acabe Com suas Dores nas Costas!
Agende uma Consulta agora com Cirurgião da Coluna.

Em pessoas mais jovens, é mais frequentemente causada por uma lesão súbita que resulta em uma hérnia de disco. Em alguns casos, no entanto, não há episódio traumático associado ao início dos sintomas.

Sintomas

Na maioria dos casos, a dor da radiculopatia cervical começa no pescoço e desce pelo braço na área servida pelo nervo danificado. Essa dor geralmente é descrita como ardente ou aguda. Certos movimentos do pescoço – como estender ou esticar o pescoço ou virar a cabeça – podem aumentar a dor. Outros sintomas incluem:

  • Formigamento ou sensação de “alfinetes e agulhas” nos dedos ou na mão;
  • Fraqueza nos músculos do braço, ombro ou mão;
  • Perda de sensação.

Alguns pacientes relatam que a dor diminui quando colocam as mãos no topo da cabeça. Esse movimento pode aliviar temporariamente a pressão na raiz nervosa.

Tratamento

É importante observar que a maioria dos pacientes com radiculopatia cervical melhora com o tempo e não precisa de tratamento. Para alguns pacientes, a dor desaparece com relativa rapidez – em dias ou semanas. Para outros, pode demorar mais.

Também é comum que a radiculopatia cervical que melhorou volte em algum momento no futuro. Em alguns casos, a radiculopatia cervical não melhora. Esses pacientes requerem avaliação e tratamento.

Tratamento não Cirúrgico

O tratamento inicial para radiculopatia cervical não é cirúrgico. As opções de tratamento não cirúrgico incluem:

  • Colar cervical macio – um anel acolchoado que envolve o pescoço e é mantido no lugar com velcro. O seu médico pode aconselhá-lo a usar um colar cervical macio para permitir que os músculos do pescoço descansem e limitar o movimento do pescoço. Isso pode ajudar a diminuir a compressão das raízes nervosas que acompanham o movimento do pescoço. Um colar macio deve ser usado apenas por um curto período de tempo, pois o uso prolongado pode diminuir a força dos músculos do pescoço.
  • Fisioterapia – exercícios específicos podem ajudar a aliviar a dor, fortalecer os músculos do pescoço e melhorar a amplitude de movimento. Em alguns casos, a tração pode ser usada para alongar suavemente as articulações e os músculos do pescoço.
  • Medicamentos – em alguns casos, os medicamentos podem ajudar a melhorar seus sintomas.
  • Injeção de esteroides – procedimento em que esteróides são injetados perto do nervo afetado para reduzir a inflamação local. A injeção pode ser colocada entre as lâminas (injeção peridural), no forame (injeção seletiva do nervo) ou na articulação facetária. Embora as injeções de esteróides não aliviem a pressão sobre o nervo causada por um forame estreito ou por um abaulamento ou hérnia de disco, elas podem diminuir o inchaço e aliviar a dor por tempo suficiente para permitir que o nervo se recupere.

Tratamento Cirúrgico

Se, após um período de tempo, o tratamento não cirúrgico não aliviar seus sintomas, seu médico poderá recomendar a cirurgia. Existem vários procedimentos cirúrgicos para tratar a radiculopatia cervical. O procedimento recomendado pelo seu médico dependerá de muitos fatores, incluindo os sintomas que você está enfrentando e a localização da raiz nervosa envolvida.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:
Diga Adeus às suas Dores.
Reserve a sua Consulta com Ortopedista.