O que é "Lumbago"?

O que é “Lumbago”?

Lumbago é um termo utilizado por algumas pessoas ou profissionais da saúde para descrever a dor na região lombar, embora outros termos mais utilizados para mencionar este sintoma sejam “dor lombar” ou “lombalgia”.

Geralmente causado por anormalidades na coluna, articulações, músculos ou nervos da região lombar, o lumbago pode afetar cerca de 80% dos adultos (com uma causa normalmente relacionada ao trabalho) e pode ser agudo ou crônico, causando incômodo ou uma dor súbita e aguda.

Neste artigo, saiba mais sobre a dor lombar, também conhecida como “lumbago”, suas causas, sintomas e formas de tratamento.

Quem Pode Ter Lumbago?

A lombalgia pode afetar qualquer pessoa. Em nossa prática clínica, geralmente vemos dor lombar em pacientes que trabalham longas horas em atividades que envolvem muita flexão da coluna e levantamento de peso.

Diga Adeus às suas Dores.
Reserve a sua Consulta com Ortopedista.

No entanto, os pacientes que também levam estilos de vida sedentários e não se exercitam regularmente têm um alto risco de desenvolver problemas na coluna que podem causar lumbago. Às vezes, uma condição subjacente, como doença degenerativa do disco ou artrite, pode estar causando a dor.

Sintomas

Como “ter lumbago” significa sofrer de dor lombar, alguns pacientes podem pensar que esse é o único sintoma. É importante aprofundar o conhecimento sobre os diversos tipos de sintomas associados à dor lombar para realizar um tratamento adequado para o seu caso. Os sintomas incluem:

  • Dor irradiando para as pernas;
  • Espasmos musculares;
  • Como se a região estivesse dolorida;
  • Rigidez;
  • Dor ao tocar a pele;
  • Dificuldade para caminhar.

É importante notar que os pacientes podem experimentar lumbago sem todos os sintomas acima presentes. Por exemplo, pacientes com espasmos musculares e rigidez podem não ter dor irradiada. A lombalgia aguda ou crônica pode ser diagnosticada se um ou mais dos sintomas estiverem presentes.

A precisão do diagnóstico é importante. Obter um diagnóstico preciso quanto à causa da dor é importante se houver sinais de alerta mais graves presentes. Estes incluem:

  • Fraqueza das pernas;
  • Dormência significativa;
  • Perda de controle do intestino ou da bexiga;
  • Febres ou calafrios;
  • Perda de peso significativa inexplicável.

Se esses sintomas não estiverem presentes, o tratamento conservador pode começar sem a necessidade de obter um diagnóstico imediato com uma ressonância magnética.

Tratamento

O tratamento da lombalgia pode começar depois que a fonte da dor for determinada. Existem várias opções de tratamento de lombalgia, de acordo com a causa específica dos sintomas do paciente.

Para lumbago causado por uma condição como ciática ou osteoartrite, recomendamos injeções epidurais de esteroides, que podem ajudar a reduzir a inflamação que causa dor lombar.

A prática de fisioterapia é sempre muito bem recomendada, para promover a cicatrização e fortalecer tecidos e músculos.

Se a causa do lumbago for desconhecida, podemos identificar a dor usando injeções de bloqueio nervoso. Também conhecidas como injeções de bloqueio do nervo, elas encontram a fonte da dor, bem como proporcionam alívio temporário da dor para pacientes com dor lombar crônica.

Em condições degenerativas da coluna que não respondem ao tratamento conservador, podemos recomendar cirurgia. A cirurgia pode ser considerada quando os déficits neurológicos, como dormência e/ou fraqueza continuam a piorar, apesar de várias semanas de tratamentos não cirúrgicos. Para um resultado cirúrgico bem sucedido, uma condição estrutural que é sabidamente responsiva ao tratamento cirúrgico deve estar presente.

Além disso, manter-se ativo, seguir uma rotina de exercícios, parar de fumar e reduzir o peso corporal pode ajudar a diminuir o risco de problemas na região lombar.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:
Diga Adeus às suas Dores.
Reserve a sua Consulta com Ortopedista.