Prática de Esportes e Lesões na Coluna - Como Prevenir?

Prática de Esportes e Lesões na Coluna – Como Prevenir?

Esportes e Lesões na Coluna. O exercício é uma parte importante de um estilo de vida saudável e os esportes são uma abordagem que muitas pessoas optam por usar para se exercitar.

Para as pessoas que participam de esportes, saber o tipo de esforço que vários esportes colocam nas costas pode ajudar a prevenir uma lesão nas costas.

Este artigo fornece informações sobre lesões esportivas e dores nas costas.

Causas das Lesões nas Costas Relacionadas a Esportes

Seu primeiro palpite pode ser esportes de alto impacto, como futebol, vôlei, ginástica olímpica ou basquete. No entanto, esportes de alto impacto não são as únicas causas de lesão na coluna durante a prática de esportes.

Esportes de baixo impacto que envolvem o uso dos mesmos movimentos repetidamente, como corrida, tênis e golfe, são prejudiciais quando não executados adequadamente. Isso leva ao uso excessivo com ramificações imediatas ou de longo prazo mais tarde na vida.

Outras lesões nas costas podem ser causadas por forma inadequada durante atividades como agarrar e balançar, falta de alongamento e impacto direto na medula espinhal.

Tipos de Lesões

Na prática de qualquer esporte, são possíveis lesões em qualquer parte da coluna, bem como nos tecidos moles e na fáscia que auxiliam na composição do corpo. Até 20% de todas as lesões que ocorrem nos esportes envolvem uma lesão na parte inferior das costas ou no pescoço.

Lesão Lombar

A região lombar está sujeita a muita tensão em diversos esportes. Esportes que usam impacto repetitivo (por exemplo, corrida), um movimento de torção (por exemplo, golfe) ou carga de peso no final de uma amplitude de movimento (por exemplo, levantamento de peso) comumente causam danos à região lombar.

Lesão no Pescoço

O pescoço é mais comumente lesionado em esportes que envolvem contato (por exemplo, futebol), que colocam a coluna cervical (pescoço) em risco de lesão.

Praticar esportes pode contribuir para lesões no pescoço de vários graus de gravidade, desde lesões relativamente pequenas, como tensões musculares, até condições graves de risco de vida, como fraturas do pescoço e lesões da medula espinhal cervical.

Lesão na Coluna Torácica

A coluna torácica (parte média da coluna ao nível da caixa torácica) tem menos probabilidade de sofrer lesões porque é relativamente imóvel e tem apoio extra. As lesões vistas aqui podem envolver fratura de costela e neuralgia intercostal, bem como tensões musculares intercostais em esportes que envolvem rotação do tronco (por exemplo, treinamento de peso com rotação), natação, golfe, tênis e até esqui.

Fraturas por Estresse Vertebral

Movimentos repetitivos de torção, rotação e extensão colocam uma tremenda quantidade de estresse nas vértebras espinhais. Uma coluna vertebral sobrecarregada tende a desenvolver pequenas rachaduras vertebrais, conhecidas como fraturas por estresse. Essas fraturas são mais comuns em:

  • Jogadores de golfe;
  • Ginastas;
  • Dançarinos;
  • Mergulhadores;
  • Jogadores de voleibol.

Os sintomas comuns de fratura por estresse vertebral são dor, inchaço e hematomas. A melhor maneira de reduzir os sintomas e também prevenir futuras fraturas é evitar o treinamento excessivo ou consultar um especialista em coluna quando você sentir algum sintoma, pois ignorar esses sintomas pode muitas vezes piorar a condição.

Hérnia de Disco

Os atletas, em vários graus, flexionam a coluna durante os treinos e competições. Quando o corpo se torce ou gira enquanto a coluna é flexionada, uma carga substancial é colocada nos discos intervertebrais. Discos sobrecarregados podem começar a “escorregar” e resultar em uma lesão conhecida como hérnia de disco. Os motivos comuns para este tipo de lesão são:

  • Overtraining;
  • Equilíbrio muscular impróprio;
  • Técnica pobre;
  • Esforço excessivo.

Os sintomas incluem dor, dor irradiada, fraqueza e dormência na coluna e / ou extremidades. O tratamento é determinado por um especialista ortopédico, pois às vezes a cirurgia é necessária.

Prevenção

Alongamento e Aquecimento

Embora o alongamento estático antes de qualquer tipo de exercício seja recomendado, vários estudos nos últimos anos mostraram que o alongamento dos músculos antes do exercício não é necessário. Vários estudos mostraram que não ajuda a prevenir lesões e provavelmente também não causa danos.

Para cada esporte, um aquecimento completo deve ser feito antes de começar a jogar. O aquecimento terá como alvo os músculos usados ​​nesse esporte, mas também deve preparar as costas para o estresse que virá.

O aquecimento utilizado deve ser específico para o esporte a ser praticado. Um aquecimento típico deve incluir:

  • Aumentar a circulação gradualmente, fazendo alguns movimentos fáceis (como caminhar) para aumentar a circulação sanguínea para os músculos e ligamentos das costas;
  • Alongar a parte inferior e superior das costas e os músculos relacionados, incluindo isquiotibiais e quadríceps;
  • Começar devagar com os movimentos do esporte (por exemplo, balançar o taco de golfe, sacar a bola).

Equipamento de Proteção

Use equipamento de proteção, se fornecido ou necessário. Os apoios e cintas traseiras são úteis durante o levantamento de peso.

Conhecer o Ambiente

Esportes como mergulho exigem que você conheça o ambiente. Se estiver mergulhando em um lugar desconhecido, certifique-se de que a profundidade da água seja suficiente para o mergulho.

Manter uma Boa Postura

Muitas lesões nas costas são causadas por pressão excessiva. É bom manter sua postura o melhor possível para diminuir a pressão nas costas e reduzir o risco de lesões.

Mais Informações sobre Esportes e Lesões na Coluna na Internet:
Compartilhar: