Sintomas e Tratamento da Radiculopatia Lombar

Sintomas e Tratamento da Radiculopatia Lombar

A radiculopatia lombar se refere a uma condição que envolve a compressão da raiz do nervo espinhal lombar. Isso pode se manifestar como dor, dormência ou fraqueza nas nádegas e nas pernas. Ciática é o termo frequentemente usado por leigos. Isso causa dor na perna em vez de na coluna lombar, o que é chamado de “dor referida”.

Neste artigo, saiba mais sobre as causas e sintomas da radiculopatia lombar, assim como os procedimentos para diagnóstico e tratamento.

Causas da Radiculopatia Lombar

A radiculopatia lombar pode ocorrer quando as raízes dos nervos espinhais são irritadas ou comprimidas por condições incluindo:

Sintomas

Quando uma raiz nervosa é comprimida, ela fica inflamada. Isso resulta em vários sintomas desagradáveis ​​que podem incluir:

  • Dor aguda nas costas, braços, pernas ou ombros que pode piorar com certas atividades, mesmo algo tão simples como tossir ou espirrar;
  • Fraqueza ou perda de reflexos nos braços ou pernas;
  • Dormência da pele, “sensação de alfinetes e agulhas” ou outras sensações anormais (parestesia) nos braços ou pernas.

Seus sintomas específicos dependerão da região em sua coluna que a raiz do nervo foi comprimida. Geralmente, os sintomas de radiculopatia lombar podem se manifestar na perna e no pé. No entanto, também é possível que você não sinta nenhum sintoma ou passe por surtos periódicos de sintomas.

Às vezes, a radiculopatia pode ser acompanhada por mielopatia – compressão da própria medula espinhal. Discos herniados ou protuberantes às vezes podem pressionar a medula espinhal e as raízes nervosas. Quando a medula espinhal está envolvida, os sintomas podem ser mais graves, incluindo má coordenação, dificuldade para andar e paralisia.

Diferença entre Radiculopatia e Neuropatia

Os sintomas da radiculopatia podem se sobrepor aos da neuropatia periférica, tornando difícil identificar a origem do problema.

Neuropatia periférica é o dano do sistema nervoso periférico, como na síndrome do túnel do carpo que envolve a compressão do nervo mediano no pulso.

A radiculopatia é a compressão dos nervos na raiz, que às vezes também pode causar dor, fraqueza e dormência no pulso e na mão. Consulte um especialista em problemas da coluna para um diagnóstico preciso.

Diagnóstico

Seu médico de coluna irá considerar seu histórico médico e sintomas e lhe fará um exame físico, durante o qual procura por limitações de movimento na coluna, problemas de equilíbrio, bem como qualquer perda de reflexos de extremidades, fraqueza muscular, perda sensorial, ou reflexos anormais que podem sugerir envolvimento da medula espinhal.

O raio X simples e a ressonância magnética são os exames de imagem típicos usados ​​para avaliar a radiculopatia lombar.

Tratamento não Cirúrgico

Os tratamentos intervencionistas para radiculopatia lombar podem incluir:

  • Fisioterapia e / ou exercícios destinados a estabilizar a coluna e promover um espaço mais aberto para as raízes dos nervos espinhais;
  • Medicamentos, como anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) para reduzir o inchaço e a dor e analgésicos para aliviar a dor;
  • Injeções epidurais de esteroides e injeções na raiz nervosa para ajudar a reduzir o inchaço e tratar a dor aguda que se irradia para os quadris ou para baixo na perna.

Tratamento Cirúrgico

O tratamento cirúrgico pode ser variado dependendo das causas da radiculopatia lombar. Normalmente, esses tratamentos envolvem alguma forma de descomprimir o nervo ou estabilizar a coluna.

Alguns dos procedimentos cirúrgicos usados ​​para tratar a radiculopatia lombar são:

Prevenção

Embora a radiculopatia nem sempre possa ser evitada, manter-se fisicamente apto e com um peso saudável pode reduzir o risco de radiculopatia.

Usar as melhores práticas para uma boa postura ao sentar, praticar esportes, fazer exercícios ou levantar objetos pesados ​​também é importante para prevenir lesões.

Referência: SpineUniverse

Compartilhar: