Laminoplastia Cervical - Saiba Mais

Laminoplastia Cervical – Saiba Mais

A laminoplastia é um procedimento cirúrgico que amplia o canal espinhal. Esta cirurgia é geralmente realizada na coluna cervical (pescoço). Também pode ser realizado na coluna torácica ou lombar, especialmente em pacientes pediátricos ou adultos jovens. Continue a leitura deste artigo e saiba mais informações sobre a laminoplastia cervical, suas indicações, como é realizada e os cuidados pós-operatórios.

Quando é Realizada a Laminoplastia Cervical?

A laminoplastia cervical às vezes é realizada para tratar condições nas quais o canal espinhal torna-se mais estreito e exerce pressão sobre os nervos espinhais ou a medula. Uma laminoplastia é um tipo de cirurgia de descompressão – ela dá à medula espinhal e aos nervos espinhais mais espaço para que não sejam comprimidos.

Nos nervos espinhais, a compressão pode produzir radiculopatia, que manifesta-se por meio de sintomas como:

  • Dor;
  • Fraqueza;
  • Dormência.

Na medula espinhal, a compressão é um problema ainda mais sério. A compressão pode danificar permanentemente os delicados tecidos da medula espinhal. A compressão da medula espinhal é chamada de mielopatia e pode produzir fraqueza ou dormência nos braços ou nas pernas, dificuldade para andar ou controle do intestino ou da bexiga prejudicado.

Como é Realizada?

Este procedimento cirúrgico é realizado sob anestesia geral. Uma incisão é feita no centro da parte posterior do pescoço, e a coluna vertebral é exposta.

Usando um microscópio cirúrgico e instrumentos cirúrgicos muito finos, o cirurgião abre a lâmina, aumentando imediatamente o canal espinhal e aliviando a pressão na medula espinhal. A região é mantida aberta com uma pequena placa de metal ou um pedaço de osso.

Durante uma laminoplastia, o cirurgião também pode realizar uma foraminotomia. Esse procedimento amplia os forames, os orifícios por onde as raízes nervosas saem da medula espinhal. Uma foraminotomia pode aliviar a pressão nas raízes nervosas.

Como me Preparar para a Cirurgia?

Informe o seu médico sobre todos os medicamentos que está tomando, incluindo medicamentos e suplementos sem prescrição, especialmente aqueles que podem tornar o sangue mais fluido, como a aspirina.

Informe o seu médico se você for alérgico a algum medicamento, alimento ou látex (algumas luvas cirúrgicas são feitas de látex).

No dia da cirurgia, remova qualquer esmalte ou unhas de acrílico, não use maquiagem e remova todas as joias.

O que Esperar após o Procedimento?

Qualquer procedimento cirúrgico é como uma lesão. Após uma laminoplastia cervical, haverá algum desconforto e limitação de movimento por algumas semanas. Provavelmente, você ficará no hospital por um a dois dias e pode precisar de analgésico por um curto período de tempo.

Sua atividade pode ser limitada por algumas semanas. Você pode aumentar seu nível de atividade conforme se sentir confortável. Atividades como dirigir e retornar ao trabalho dependem do seu próprio nível de conforto e segurança pessoal.

O cirurgião irá agendar uma visita de acompanhamento, normalmente 4 a 6 semanas após a cirurgia. Nesse momento, o cirurgião verificará a cura, a amplitude de movimento, o equilíbrio da coluna e quaisquer outros sintomas.

Nenhum colar é necessário em adultos, mas alguns pacientes gostam de usar um colar macio para maior conforto por uma ou duas semanas após o procedimento. Crianças e adultos jovens podem usar uma coleira rígida por 6 semanas.

Atividades aeróbicas e de baixo nível, como caminhada, bicicleta elíptica, estacionária ou reclinada, podem ser retomadas assim que você se sentir confortável, geralmente algumas semanas após a cirurgia. Na maioria dos casos, atividades mais rigorosas devem ser adiadas até 4-6 semanas após a cirurgia.

Reabilitação ou Fisioterapia

Para pacientes com mielopatia pré-operatória significativa, a terapia de reabilitação no início do período pós-operatório é aconselhável. A fisioterapia para o pescoço é geralmente recomendada 4 a 6 semanas após a cirurgia.

Isso inclui instruções para equilíbrio, mecânica e postura adequados, modalidades como calor, massagem e ultrassom para liberar os músculos e alongamento, fortalecimento e treinamento dos músculos do pescoço e da parte superior das costas.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:
Compartilhar: