Disfunção da Articulação Sacroilíaca - Quando é a Causa para a Dor nas Costas?

Disfunção da Articulação Sacroilíaca – Quando é a Causa para a Dor nas Costas?

Acredita-se que a disfunção da articulação sacroilíaca cause dor lombar e/ou dor nas pernas. A dor na perna pode ser particularmente difícil e pode parecer semelhante à ciática ou dor causada por uma hérnia de disco lombar.

Continue a leitura deste artigo e saiba mais sobre a disfunção da articulação sacroilíaca, suas causas, sintomas e formas de tratamento.

Disfunção da Articulação Sacroilíaca

A articulação sacroilíaca fica ao lado da parte inferior da coluna, abaixo da coluna lombar e acima do cóccix. Ela conecta o sacro (o osso triangular na parte inferior da coluna) com a pelve (crista ilíaca).

Esta estrutura, normalmente, tem as seguintes características:

  • Pequena e muito forte, reforçada por fortes ligamentos que a cercam;
  • Não tem muito movimento;
  • Transmite todas as forças da parte superior do corpo para a pelve (quadris) e pernas;
  • Atua como uma estrutura de absorção de choque.

Muitas vezes difícil de diagnosticar, a disfunção da articulação sacroilíaca é comumente considerada uma fonte de dor lombar e/ou dor nas pernas. Como esta estrutura é a que conecta o sacro com a pelve, a articulação sacroilíaca pode ser uma fonte de dor se seu movimento normal for perturbado.

Mais especificamente, a dor na articulação sacroilíaca pode ser causada por muito ou pouco movimento.

Sintomas

Os sintomas mais comuns para os pacientes são a dor lombar e as seguintes sensações nos membros inferiores:

  • Dor;
  • Dormência;
  • Formigamento;
  • Fraqueza;
  • Dor na pelve/nádegas;
  • Dor no quadril/virilha;
  • Sensação de instabilidade nas pernas;
  • Padrões de sentar perturbados (incapaz de ficar sentado por longos períodos, sentar apenas de um lado);
  • Dor ao mudar a posição de sentado para de pé.

Causas e Fatores de Risco

Embora ainda não esteja muito claro como a dor é causada, acredita-se que uma alteração no movimento normal da articulação possa desencadear a dor sacroilíaca. Esta fonte de dor pode ser causada por:

  • Muito movimento (hipermobilidade ou instabilidade): A dor geralmente é sentida na região lombar e/ou no quadril e pode irradiar para a região da virilha.
  • Muito pouco movimento (hipomobilidade ou fixação): A dor geralmente é sentida em um lado da parte inferior das costas ou nas nádegas e pode irradiar para a perna. A dor geralmente permanece acima do joelho, mas às vezes a dor pode se estender ao tornozelo ou ao pé. A dor é semelhante à ciática – ou dor que irradia pelo nervo ciático – e é causada por uma radiculopatia.

Diagnóstico

Diagnosticar com precisão a disfunção da articulação sacroilíaca pode ser difícil porque os sintomas imitam outras condições comuns, incluindo outras condições mecânicas de dor nas costas, como síndrome da articulação facetária e condições da coluna lombar, incluindo hérnia de disco e radiculopatia (dor ao longo do nervo ciático que irradia para baixo da perna).

Um diagnóstico geralmente é feito através de exame físico (para eliminar outras causas) e/ou procedimentos de bloqueio por injeção de corticoides ou anestésicos.

Tratamento

Os tratamentos para a disfunção da articulação sacroilíaca são geralmente conservadores (ou seja, não cirúrgicos) e se concentram na tentativa de restaurar o movimento normal na articulação:

  • Gelo, calor e descanso;
  • Medicamentos: uso de medicamentos anti-inflamatórios para reduzir o inchaço que geralmente contribui para a dor do paciente;
  • Suportes ou órteses para quando a articulação sacroilíaca é “hipermóvel” ou muito frouxa;
  • Fisioterapia controlada e gradual pode ser útil para fortalecer os músculos ao redor da articulação sacroilíaca e aumentar adequadamente a amplitude de movimento;
  • Prática de exercício aeróbico suave e de baixo impacto ajudará a aumentar o fluxo de sangue para a área, o que, por sua vez, estimula uma resposta de cura;
  • Para dores intensas, a terapia com água pode ser uma opção, pois a água fornece flutuabilidade para o corpo e reduz o estresse na articulação dolorida;
  • Injeções na articulação sacroilíaca.

Quando esses tratamentos falham, a cirurgia pode ser realizada. Na cirurgia, uma ou ambas as articulações sacroilíacas podem ser fundidas com o objetivo de eliminar qualquer movimento anormal.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:
Compartilhar: