Endoscopia de Coluna - Conheça as Indicações e os Tipos de Procedimentos

Endoscopia de Coluna – Conheça as Indicações e os Tipos de Procedimentos

Uma das soluções inovadoras no tratamento das condições que afetam a coluna vertebral é um tipo de procedimento conhecido como endoscopia de coluna.

Também chamada cirurgia endoscópica da coluna, estas abordagens permitem que o médico use um endoscópio durante o procedimento para tratar a causa de dor no pescoço, nas costas e nas pernas, utilizando micro instrumentos, como um laser ou uma ferramenta de ablação por radiofrequência para descomprimir ou eliminar seletivamente a fonte de dor.

Continue a leitura deste artigo para conhecer as condições que afetam a coluna vertebral que podem ser tratadas com a endoscopia de coluna e os tipos de procedimentos que podem ser realizados.

Endoscopia de Coluna

Quando um paciente precisa de alívio de uma hérnia, protrusão, extrusão, disco protuberante ou ruptura do disco que está comprimindo e irritando os nervos espinhais, os procedimentos endoscópicos da coluna são a opção cirúrgica menos invasiva disponível.

Esta com Dores na Lombar?
Marque sua Consulta com o Ortopedista Hoje mesmo.

Em vez de recorrer a métodos de cirurgia da coluna vertebral tradicionais ou mesmo minimamente invasivos, como laminectomia, microdiscectomia ou fusão espinhal, os pacientes podem considerar esta opção menos invasiva.

A cirurgia endoscópica da coluna pode ajudar a aliviar a dor nas costas e nas pernas, abordando condições dolorosas sem as muitas complicações potenciais e longos tempos de recuperação associados aos métodos cirúrgicos tradicionais.

Indicações

O procedimento endoscópico permite que os cirurgiões de coluna operem com segurança, com maior precisão e ofereçam melhores resultados aos pacientes com as seguintes condições:

  • Abaulamento do disco;
  • Hérnia de disco;
  • Estenose foraminal (estreitamento do canal vertebral).

Tipos de Procedimentos Endoscópicos

Entre os procedimentos endoscópicos da coluna vertebral mais comumente realizados, podemos destacar:

Discectomia Endoscópica Transforaminal

Aliviando a dor associada a discos herniados, salientes ou abaulados, uma discectomia endoscópica é o procedimento menos invasivo usado para tratar:

  • Hérnia de disco;
  • Discos protuberantes;
  • Discos salientes;
  • Discos extrusos.

Usando um endoscópio para descomprimir o disco, o médico alivia a pressão no nervo espinhal que causa a dor do paciente.

Foraminoplastia Endoscópica

Aliviando a pressão em um nervo que sai da medula espinhal ou mesmo quando uma hérnia de disco, tecido cicatricial ou esporões ósseos comprimem a própria medula espinhal, a foraminoplastia endoscópica é um dos procedimentos menos invasivos disponíveis para tratar:

Por exemplo, à medida que o espaço entre as facetas do disco diminui, a abertura natural para os nervos passarem pela coluna se estreita. Isso pode comprimir os nervos internos e causar dor. Esta técnica endoscópica usa instrumentos cirúrgicos microscópicos para remover parte do osso e abrir o forame, o que alivia a pressão sobre os nervos.

Anuloplastia Endoscópica

Quando os pacientes têm fissuras nas paredes do anel dos discos intervertebrais, este procedimento pode tratar os nervos que crescem no disco causando dor e proporcionar alívio da dor sem a necessidade de uma fusão espinhal.

As fissuras na parede do anel do disco podem causar dor intensa à medida que os nervos começam a crescer sobre elas. Esse procedimento permite que o médico procure essas fissuras usando uma câmera de alta definição e, em seguida, trate-as com uma sonda a laser para ablacionar o nervo e fechar o rompimento, eliminando os sintomas dolorosos.

Laminotomia Endoscópica

Este procedimento é indicado para pacientes com estenose espinhal lombar e que não responderam ao tratamento conservador.

A estenose espinhal ocorre quando o canal espinhal se estreita ao redor da medula espinhal, pressionando a medula e os nervos, causando dor. Durante o procedimento, o cirurgião criará uma abertura da lâmina acima e abaixo do disco espinhal para aliviar a compressão do nervo.

Como Saber se Sou um Candidato à Endoscopia de Coluna?

Você pode ser um candidato à cirurgia endoscópica da coluna se:

  • Tem dor nas pernas, dormência, formigamento que piora ao sentar, dobrar ou arquear as costas;
  • Seus sintomas não melhoram após:
    • 4 a 6 semanas de tratamento conservador, incluindo repouso e fisioterapia;
    • a realização de bloqueios epidurais.

Devido à evolução da metodologia dos tratamentos médicos, certas condições degenerativas podem ser tratadas, mas somente após a avaliação individual de cada paciente e da sua resposta aos tratamentos conservadores.

Somente um cirurgião de coluna experiente pode dizer se o procedimento endoscópico é recomendado para o seu caso. Se você acredita que a cirurgia endoscópica da coluna pode ajudá-lo, marcar uma Consulta com um Médico Cirurgião de Coluna é o primeiro passo para traçar um plano de tratamento que abordará efetivamente sua dor e os resultados desejados.

Mais informações sobre este assunto na Internet:
Diga Adeus às suas Dores.
Reserve a sua Consulta com Ortopedista.